Início » CEO e Liderança » Liderança e comunicação: como a comunicação aberta impacta na empresa
CEO e Liderança

Liderança e comunicação: como a comunicação aberta impacta na empresa

Liderança e Comunicação Aberta

Sabemos a importância de uma comunicação aberta entre equipes, mas e quando líderes e colaboradores não se comunicam bem? Isto não é incomum, já que a ineficácia da comunicação das lideranças é um dos assuntos mais falados nos diagnósticos de Comunicação Interna feitos aqui na SocialBase.

A verdade é que liderança e comunicação andam juntas. A habilidade de comunicação da liderança tem grande influência no processo de Gestão de Pessoas e alcance de resultados. Mais do que não passar informações, líderes distantes geram o mesmo comportamento em seus liderados, diminuindo o engajamento. Sem dúvidas, no final quem mais perde com a ausência da comunicação aberta entre líderes e funcionários é o cliente.

A liderança se beneficia tanto da comunicação aberta que, de acordo com a pesquisa da Robert Half, gerentes que se comunicam abertamente criam equipes mais unidas. Mas como líderes podem manter uma comunicação aberta, criar um ambiente mais próximo e se alinhar com a equipe? A resposta é mais simples do que pensa.

O segredo para ser uma liderança comunicativa

Não, infelizmente não há uma solução mágica para conciliar liderança e comunicação, mas um CEO americano chegou perto.

Com passagem pela Microsoft e a Amazon, Manuel “Manny” Medina teve sua primeira experiência como CEO na Outreach, uma startup de Engajamento de Clientes de Seattle. Mesmo sem experiência no cargo, Medina trouxe ótimos resultados, como o levantamento de mais de 125 milhões de dólares em investimentos. Mas o destaque de Medina como CEO é a sua porcentagem de aprovação entre  funcionários: 100%.

No site de avaliações de empresas Glassdoor, todos os usuários que o avaliaram deram nota máxima a Medina, e 97% dos funcionários recomendariam a Outreach para amigos. Ao Business Insider, Medina destacou que, entre outras práticas para alcançar essa aprovação invejável, está o hábito de mandar um e-mail aos colaboradores no domingo. Nele, o chefe faz um relato informal da sua semana tanto pessoal quanto profissional, falando sobre alegrias e problemas. Essa humanização ajudou a criar uma comunicação aberta na Outreach, influenciando positivamente seu índice de aprovação.

É claro que nem todas as lideranças estão dispostas a escrever e ler e-mails corporativos no domingo. Por isso, Medina decidiu perguntar aos seus funcionários se deveria parar. Mas o resultado foi inesperado: 85% dos funcionários incentivaram o CEO a continuar e disseram que sempre liam suas mensagens.

Tecnologias que incentivam a comunicação aberta

Na Outreach, o e-mail foi a ferramenta usada para abrir o diálogo, mas ainda há algumas desvantagens de usar ele na Comunicação Interna. Aqui na SocialBase, temos experiência com outras ferramentas que podem ajudar os lideres a melhorar a comunicação. Entre eles, podemos destacar mais tradicionais, como intranet e mural de recados, e as modernas, como a Rede Social Corporativa.

Os canais de comunicação tradicionais

Apesar da mudança de panorama, muitas empresas ainda usam canais tradicionais como intranet e mural de recados. A intranet é um canal consolidado e mostrou seu valor no passado, mas sua eficácia vem sendo contestada.. Por exemplo, já em 2006, a Net JMC realizou uma pesquisa para analisar o impacto das intranets. A pesquisa mostrou que os líderes já não sabiam, naquele tempo, o quão impactante a intranet é na produtividade.

Ainda mais antigo, o mural impresso é conhecido dos profissionais de Comunicação Interna. Para algumas gestões, os canais impressos ainda têm seu valor, e a liderança pode desenvolver uma comunicação aberta e humanizada com seus empregados. Por exemplo, vários hospitais optam por boletins impressos para os enfermeiros. Hoje, a principal fraqueza é a falta de interatividade, essencial na comunicação atual. É necessário avaliar a Comunicação Interna da sua empresa, e ver se os canais tradicionais atendem a realidade da organização.

A Comunicação Interna moderna

Nos últimos anos, as empresas mais alinhadas com a Transformação Digital tem optado pelas Redes Sociais Corporativas. Com os recursos das redes sociais convencionais e as ferramentas de incentivo a Colaboração, Inovação e Produtividade, as Redes Sociais Corporativas são canais de comunicação versáteis que aumentam o alcance das informações, a adoção, o engajamento e a integração dos colaboradores.

Por meio do ambiente amigável e interativo de uma Rede Social Corporativa, a liderança se conecta com seus colaboradores. A interação dos lideres, respondendo dúvidas, ideias e sugestões dos colaboradores, pode ser ainda mais eficiente do que o “e-mail dominical” do CEO da Outreach. Alguns pontos que podemos destacar são:

  • Comunicação de mão dupla: Com os e-mails de Medina, os colaboradores ficavam sabendo da semana do CEO, mas o inverso não acontecia. A Rede Social Corporativa é um canal de comunicação em que o colaborador também pode publicar dúvidas e sugestões, falar de barreiras que impedem a produtividade, compartilhar conteúdo e se aproximar de seus líderes.
  • Mensuração dos resultados: Medina só viu o resultado do e-mail quando pensou em desistir. A necessidade de mensuração é uma realidade, já que 66% dos profissionais de CI consideram ela muito importante, de acordo com a pesquisa Tendências de Comunicação Interna 2018. Em uma Rede Social Corporativa, a análise antecipada poderia ter dado insights de como aumentar os resultados.
  • Alcance das ações: Sejamos sinceros, a chance do e-mail se perder em um mar de outros e-mails é enorme. Newsletters, e-mail marketing, cópias em diversos assuntos, tudo isso está concorrendo com o e-mail das lideranças pela atenção do colaborador. Os Comunicados na RSC ajudam a liderança a ter a certeza de que as informações chegarão aos colaboradores conectados.

Enfim, é importante esclarecer: independente da ferramenta, tecnologia não é o principal ingrediente de uma comunicação aberta. A comunicação aberta requer mais atitude e um mindset comunicativo. Se não houver um esforço para se aproximar de seus colaboradores, não terá ferramenta que traga os resultados esperados.

Caso tenha interesse em deixar sua comunicação mais estratégica, que tal ter uma conversa gratuita com um dos nossos consultores?

Especialista Consultoria Comunicação Interna

 

Sobre o autor

Lucas

Lucas Ferreira

Publicitário com experiência em Produção de Conteúdo e Design, atualmente faz parte da equipe de Customer Growth da SocialBase e escreve para o blog da SB, antigo Cultura Colaborativa, um dos principais blogs brasileiros sobre comunicação interna.