Início » CEO e Liderança » Empresa pode ficar mais social com apoio de gestores e funcionários
CEO e Liderança

Empresa pode ficar mais social com apoio de gestores e funcionários

Especializada em TI, a Avanade está, há mais de um ano, aplicando ferramentas e valores sociais na prática cotidiana dos seus colaboradores, informa o portal The BrainYard, da InformationWeek. Ela reconheceu a colaboração como valor relevante e que deve ser difundido. Hoje, começa a colher os resultados, com mais de 1,2 mil usuários ativos e participantes em uma ferramenta social interna. Destacamos, nesse caso, três fatores importantes na implantação de uma rede social corporativa, fundamentais para qualquer processo:

Em primeiro lugar, o processo de implantação da rede social corporativa na Avanade foi planejado e feito aos poucos. O projeto começou com um beta aberto para usuários interessados, atraindo entusiastas da tecnologia e potenciais disseminadores do novo recurso. Com o decorrer do tempo, a rede foi tomando mais importância para a empresa. Uma adoção repentina e pouco arquitetada anteriorimente tem baixas chances de funcionar, como explicamos no nosso e-book com os 7 segredos para uma implantação eficaz. Afinal, um planejamento pressupõe que a ferramenta e seu uso estejam alinhados com as intenções e a identidade da organização, fatores fundamentais para a solução funcionar.

Além do planejamento, a medida que a ferramenta começou a se tornar mais importante, as contribuições dos usuários foram fundamentais para consolidar a rede. Os programadores da Avanade, por exemplo, precisavam de um recurso específico que estava fora do software. A equipe da empresa tratou de encontrar uma solução e aperfeiçoá-la gradativamente. O ideal é ter uma ferramenta moldável de acordo com os interesses da organização, e não o contrário. Nesse caso, a adaptação às necessidades de trabalho dos funcionários foi fundamental – uma lição que pode ser aplicada em qualquer processo de adoção de rede social corporativa.

Por fim, o planejamento e as contribuições dos usuários ganharam mais força com ações da empresa para estimular a adesão. Discussões importantes feitas por e-mail na Avanade, por exemplo, foram migradas para a rede social corporativa. Com as informações armazenadas dentro da rede, foi possível começar a montar um sistema para armazenar e catalogar informações e conhecimento gerado dentro da organização – recurso inexistente até então. Para viabilizar essas ações, o apoio da instituição foi fundamental. Nesse sentido, não recomendamos imposições na migração, mas ações e campanhas demonstrativas das vantagens da nova ferramenta frente aos recursos usados anteriormente.

O caso da Avanade é muito útil para entender a necessidade de uma implantação planejada e feita com o apoio dos colaboradores e gestores. E na sua empresa, como foi o processo de adesão? Teve retorno de colaboradores? Compartilhe conosco a sua experiência.

Sobre o autor

SocialBase

SocialBase

Blog da SocialBase, para instruir o mercado com relação a importância da comunicação interna bem planejada e incentivar a conexão verdadeira entre pessoas e empresas.

/* ]]> */