Início » CEO e Liderança » Comunicação estratégica e o impacto nas metas do negócio
Comunicação estratégica
CEO e Liderança Comunicação Interna Lideranças

Comunicação estratégica e o impacto nas metas do negócio

A SocialBase convidou líderes de empresas e especialistas em comunicação para um bate-papo sobre desafios, cases, troca de experiências e estratégias que suas empresas estão tomando para que elas continuem se destacando no setor em que atuam. No dia 07/10, conversamos sobre Comunicação Estratégica e como a metodologia de OKR (Objectives and Key Results) pode se usada pelas lideranças como ferramenta para auxiliar no foco dos colaboradores em curto e médio prazo.

Afinal, o que é OKR?

Um dos temas abordados foi sobre a utilização de OKR’s (Objective and Key Results) para disseminar e acompanhar o andamento das ações decorrentes das metas. 

André Ocuno, COO na Conta Azul, disse que a ferramenta já foi utilizada e atualmente foi substituída pelo Balanced Score Card – BSC, mas as equipes têm liberdade para implementar os seus OKR’s. Para ele, não existe uma receita mágica, é importante que haja uma percepção daquilo que funciona para a empresa. A chave do negócio é muito mais do que a ferramenta escolhida, ele considera o brainstorming uma parte muito válida do processo, pois são colocados membros de diversos times juntos para discutir e gerar valor.

Quando perguntado se OKR faz sentido para todo tipo de empresa, Daniela Graicar, CEO da Agência PROS, conta que sempre achou que em uma agência de comunicação, não seria possível ter uma gestão por meio de OKR’s, por todo o caos criativo que é vivido no dia a dia. Essa barreira já foi superada e faz três anos que a metodologia é aplicada, inclusive para medir a felicidade dos colaboradores. No processo, as lideranças definem os “O’s – Objetivos” e a equipe é quem define os Key Results, escolhendo o que é importante medir para demonstrar o resultado desejado, utilizando no máximo três indicadores para o objetivo. Daniela defende que a metodologia faz sentido para qualquer empresa, de qualquer porte e inclusive para a vida pessoal.

Há uma definição de que o OKR é o seu GPS, ele mostra o caminho para chegar ao destino e te ajuda a corrigir a rota, mas como seria na prática pilotar uma empresa com base nesse método?  Nas palavras do palestrante e comunicador Márcio Mussarela, “a metodologia é um GPS mas sem as ruas”. É uma metodologia simples e eficaz, mas isso também pode vir a ser o ponto fraco, sendo possível tornar a metodologia simplória. De uma maneira divertida, Márcio coloca a seguinte provocação: se você inventar um objetivo inatingível e com metas absurdas, mas ninguém do seu time falar nada contra, a sua empresa não está preparada para a utilização do método.

Como fica a comunicação estratégica durante a pandemia?

Entre todos os convidados foi unânime que a comunicação estratégica requer uma participação muito ativa das lideranças. Para assumir uma posição na Diretoria, a comunicação é um requisito e não uma opção. Um bom comunicador também precisa saber escutar, garantindo assim um ambiente seguro para a colaboração.

Para André, “precisamos tranquilizar as pessoas para motivá-las” – no dia a dia já temos muitas variáveis que fogem do controle. Numa pandemia, há muito mais. Na Conta Azul, eles já são transparentes mostrando para todos os resultados e objetivos, mas desde março, intensificaram a comunicação pois entendem que as pessoas estão num contexto em que ficam assustadas. Por isso, criaram novos rituais na empresa, mostrando como a pandemia impacta no negócio e que ações vão executar.

“É necessário haver um alinhamento entre a comunicação interna e a liderança.”

Como dito pelo Márcio, se você vê que uma equipe está ansiosa, sem saber o que vai acontecer e só sugere medir metas financeiras, deixa a entender que não está ligando para ninguém. A liderança, numa falta de alinhamento, tem a capacidade de derrubar qualquer material da área de comunicação interna, mas quando essa área se posiciona de forma estratégica, entende todos os objetivos e leva isso de forma funcional para as equipes, garante que a chama fique acesa.

Como conta Rada Martini, CEO da SocialBase, são realizados rituais diários, semanais e mensais, entre os times e toda a equipe. Com a utilização da ferramenta desenvolvida pela empresa, é possível fazer com que a comunicação desses rituais chegue em todos, para consultar a qualquer momento, o que favorece ainda mais a comunicação no ambiente de trabalho remoto.

Durante a conversa pudemos identificar que juntas, a comunicação interna e a liderança são essenciais para que as pessoas entendam os objetivos do seu trabalho e mantenham a motivação.  Além disso, ferramentas para auxiliar a medir esses objetivos e para divulgá-los amplamente podem fazer uma grande diferença na sua empresa, função que a solução da SocialBase faz muito bem.

Caso tenha interesse em ver o webinar na íntegra, acesse aqui!

/* ]]> */