Início » CEO e Liderança » Comunicação Corporativa: 10 máximas para ter sucesso
CEO e Liderança

Comunicação Corporativa: 10 máximas para ter sucesso

Comunicar-se é uma das atividades mais antigas da humanidade e, apesar de ser um processo natural que acontece entre as pessoas, ela não é algo automático. Por isso, podemos dizer que ela é também uma das atividades mais complexas que exercemos. E esse nível de complexidade aumenta especialmente nas organizações, onde a Comunicação Corporativa precisa estar baseada em processos, ferramentas e metodologias para que funcione.

A Comunicação Corporativa é o que permeia todas as relações da empresa, tendo portanto impacto direto em aspectos como cultura organizacional, engajamento, motivação e produtividade dos funcionários, índices de turnover e nos números e resultados levados em conta para o sucesso do negócio.

Pensando nisso, e para eliminar de vez as dúvidas sobre como ter uma Comunicação Corporativa eficiente, separamos 10 máximas, baseadas em conteúdos de especialistas que já passaram aqui pelo blog.

Vamos lá?

1# – A Comunicação deixou os muros da empresa

No âmbito da Comunicação Corporativa temos a Comunicação Interna que, em teoria, remete ao ato de dialogar com os colaboradores dentro da empresa. Porém, com a revolução digital e as novas tecnologias, a linha que separa as noções de “interno” e “externo” na empresa é muito mais tênue.  Nesse sentido, ao pensar a Comunicação Corporativa as organizações precisam considerar que o público interno é o mais importante e, por isso, deve ser o primeiro a receber as informações.

Então, para uma Comunicação Corporativa de sucesso é preciso investir em iniciativas que garantam o alcance das informações para esse público e incentivem o diálogo (leia o que diversos especialistas disseram sobre este tema nesta edição da Revista Cultura Colaborativa) não importando onde o colaborador esteja: se “dentro” ou “fora” da empresa, longe ou perto, no operacional ou no administrativo.

#2 – Pense na Comunicação como uma só

É comum fazer divisão entre Comunicação Interna e Externa – e tudo bem, esse modelo até pode funcionar minimamente por um tempo na sua empresa.

Porém, para uma Comunicação Corporativa de sucesso é preciso ter um planejamento macro que considere a estratégia de Comunicação como uma só. Ela deve priorizar, claro, o público interno (que sempre será o maior ativo de uma organização) e depois considerar os desdobramentos para outros canais, redes sociais, imprensa e etc.

Aí, começar por um Planejamento de Comunicação bem estruturado, que ajude a mapear claramente esse canais, fluxos e públicos é o que fará toda a diferença.

Para te ajudar a montar Planejamento de Comunicação que realmente funciona, criamos uma trilha com conteúdos exclusivos, em parceria com o Especialista em Comunicação Flávio Benetti. Para participar dela gratuitamente clique aqui!

#3 – Além de Comunicação: endomarketing

Comunicação e marketing são áreas pares. No marketing, o trabalho central é vender uma ideia para possíveis clientes. Na Comunicação Corporativa, o endomarketing pode funcionar da mesma forma, vendendo ideias para os colaboradores.

Por isso, para ter uma estratégia de Comunicação Corporativa de sucesso, além de divulgar as informações é preciso gerar engajamento com elas. Neste sentido, é missão do marketing é fazer essa conexão acontecer com possíveis clientes, bem como o endomarketing deve fazer com que isso aconteça com os colaboradores.

Leia também:
Artigo da especialista Thais Moura: “Endomarketing em Redes Sociais Corporativas: como fazer

#4 – Os canais de Comunicação devem fazer sentido

As estratégias comunicacionais eficazes são aquelas que se estruturam de maneira integrada com o público interno e externo. Para que isso aconteça, os canais de comunicação utilizados devem ter coerência e coesão para dar consistência ao discurso da empresa – criando um diferencial competitivo forte.

Neste ponto, avaliar a presença da empresa, linguagem e tom utilizados nos canais é importante para se certificar de que a mensagem está sendo passada corretamente, sem chances de dar margem para ambiguidades ou má interpretação.


Com os colaboradores, é necessário pensar se os canais por onde a informação está circulando são adequados. Mas como avaliar isso? É possível fazer uma pesquisa breve com os funcionários sobre por onde eles preferem receber informação, comparar os prós e contras de cada canal de comunicação utilizado, avaliar se os canais utilizados para dialogar com o público interno recebem a mesma atualização e manutenção que os canais de público externo e, claro, avaliar seu custo x eficiência por meio da mensuração de resultados da Comunicação Interna.

Dica do Blog:
Precisa mensurar a sua Comunicação Interna? Baixe o nosso Kit de Métricas e Indicadores essenciais

#5 – Líderes são chave para Comunicação Corporativa

O discurso da empresa não pode estar distante do discurso individual das lideranças.

Para que o trabalho da Comunicação Corporativa seja eficiente, que as informações circulem na empresa e não haja ruídos, todos os colaboradores que ocupam cargos com algum nível de liderança devem estar alinhados estrategicamente e comportamentalmente com a mensagem que a organização quer passar.

Às lideranças compete o papel de cascatear e reforçar as informações divulgadas pela Comunicação Interna da empresa junto aos colaboradores. À empresa e aos colaboradores responsáveis pela Comunicação, fica a missão de treinar e preparar líderes para cumprirem seu papel.

#6 – O alcance é importante na Comunicação

Um dos grandes benefícios da Comunicação Corporativa é promover o alinhamento, deixando todos “na mesma página” em busca de resultados. Porém, para que esse alinhamento aconteça o alcance deve ser uma preocupação de quem está à frente do trabalho de comunicar na empresa.

Além de ser necessário para o básico funcionamento da Comunicação, o tal alcance também viabiliza outras iniciativas como o trabalho flexível e Home-Office – temas que estão em pauta recorrente.

#7 – Preocupe-se com engajamento

Missão, visão e valores são o Norte de toda e qualquer organização. Porém, para conseguir engajamento, apenas tê-los escritos com letras bonitas na parede não é o bastante.

Da mesma forma, para ter engajamento com a Comunicação Corporativa é preciso que a missão, visão e valores também estejam presentes no discurso que é divulgado para os colaboradores.  Isso porque apenas mandar informações não é bastante para fazer com que os colaboradores entendam e retenham a mensagem (falamos mais sobre neste post).

Para o engajamento é fundamental que a empresa comunique aquilo que faz e faça o que comunica. Nesta linha, não basta comunicar por comunicar. O diálogo com os funcionários deve acontecer de maneira que permita participação, feedbacks, mensuração de interações e acompanhamento constante – que serão traduzidos em engajamento.

#8 – Esteja aberto à inovação

A inovação deixou de ser um elemento caracterizado como diferencial, e passou a ser um requisito. Quem não inova está fora. E este movimento chegou à Comunicação Corporativa.

Neste sentido, a área precisa estar aberta a experimentar novas ferramentas, metodologias, testar, errar e aprender com mais agilidade. Além de estar aberta para trabalhar aliada à outras áreas da empresa como o RH e Tecnologia, trazendo novas expertises e tecnologias que podem potencializar o diálogo interno.

Sugestão do Blog:
Leia também: “Comunicação Interna mobile é possível?

 #9 – Comunicação também é ouvir

Estamos acostumados a tratar a Comunicação Corporativa como uma via de mão única. Mas para que ela seja realmente uma estratégia de sucesso é necessário que haja diálogo – parte disso consiste em ouvir.

Interagir com os colaboradores, fazer pesquisas internas e diagnósticos são passos importantes para ter uma visão geral de como a Comunicação no dia a dia de trabalho está funcionando (e se ela não funciona dentro de casa na organização pode ter certeza que também não funcionará com o público externo e os clientes).

10 – Pense em uma Comunicação proativa e que incentiva a produtividade

A produtividade não depende apenas de uma capacidade individual dos colaboradores. Um time da empresa, por exemplo,  que é mais equipado e que tem mais informações para realizar seu trabalho será mais produtivo do que aquele em que a comunicação é pior e que dispõe de menos recursos.

Para que a produtividade aconteça é importante que os objetivos do projeto ou atividade estejam claros, bem como os processos para que sejam bem executados por todos – e isso tudo também tem a ver com Comunicação. Aqui também podemos citar esse artigo e a relação entre Comunicação e Produtividade em reuniões.

Neste sentido, para que a Comunicação Corporativa seja eficiente e produtiva e incentive a produtividade dos demais colaboradores – sendo um agente agregador e não uma distração ou algo do tipo, é necessário que ela trabalhe de forma proativa na organização e não somente reagindo a pedidos e demandas no maior estilo fastfood.

Para que isso aconteça, reforço novamente a importância de fazer sua comunicação ser estratégica e eficiente. É claro, não é um caminho fácil, mas a SocialBase está aqui para isso.

Caso queira um empurrãozinho, um de nossos consultores pode oferecer a você uma conversa gratuita e sem compromisso sobre como sua Comunicação Interna pode ser mais estratégica.

Consultoria Comunicação Interna SocialBase

 

 

Texto adaptado do artigo original escrito po Ivanir França no blog em 13 de julho de 2015.